Ch-ch-ch-ch-changes

Se há dois meses eu estava choramingando porque eu não sabia o que iria acontecer da nossa vidinha do lado de cá, agora não consigo dormir direito por causa de todas as mudanças que estão acontecendo.

Três semanas atrás o Rob aceitou o novo emprego dele. Sempre achamos que logo que ele se formasse iríamos nos mudar para longe. Engano nosso, o novo emprego dele é em Provo! Haha. Vamos continuar na mesma cidade. Ele começou a trabalhar na nova empresa esta semana.

E já que finalmente descobrimos onde vamos vai ficar, vamos nos mudar para um townhouse (sabe aqueles sobrados geminados que se vê bastante em filme? Então) aqui em Provo mesmo. O mais legal é que acabaram de construir a casa, então está tudo novinho em folha. Nos mudamos para lá neste sábado.

E como se já não bastasse esse monte de novidade, minha família veio me visitar bem no meio de fevereiro. Papitus veio para comemorar o aniversário dele com todas as filhas reunidas. E como a gente gosta é de uma boa festa surpresa mesmo, é lógico que rolou uma, como bolo de nozes (favorito dele) que eu fiz.
Toda a mulherada reunida.
Porque parabéns não é parabéns se Seu Francisco não estiver cantando como se fosse ópera.
Filhinha do papai! Vendo em foto assim consigo perceber como sou parecida com ele. Vocês não acham?

No dia seguinte, fomos tirar fotos de família. Os maridos não precisaram ir, e tenho certeza de que eles ficaram completamente arrasados por causa disso #sqn. A Jenni ia tirar a foto, mas como ela não pode ir, o tripé acabou resolvendo a questão. E também algumas instruções para o meu pai (é assim que você enquadra a foto, ó pai).
E, depois de TANTOS anos, todas as irmãs finalmente se reuniram. As meninas da Raquel e as meninas do Francisco.
Essa foto deixa bem claro como foi a vida quando estávamos morando juntas. A Marina e a Tamara brigando e eu no meio, ficando louca. Haha.

O nosso lema era "A gente briga, mas a gente se ama". É verdade.
 
E para completar as novidades, minha irmã do meio, a Marina, está grávida de uma menininha, a Fernanda, e uma das maiores emoções da minha vida foi sentir a minha sobrinha mexendo na barriga da minha irmã. E, para adicionar ainda mais na família, a Dani vai me dar mais um sobrinho/a. Gente, pensa numa titia feliz?

No final não poderia estar mais feliz. Que todo mês deste ano seja movimentado desse jeito! Com o próximo post vindo da casa nova.

p.s. O título deste post vem dessa música fera do David Bowie.

Nenhum comentário

Curtiu? Tem perguntas? Então deixe um comentário!