2014, seja bom comigo

Meu diário para 2014. Descoberta, inspiração, imaginação, criatividade, motivação, paixão e muitas histórias boas para contar.

Nos últimos segundos de 1999, tocava no rádio "You Get What You Give" do New Radicals. Estava todo mundo de branco na casa do tio Hélder, em volta da piscina, comendo churrasco. E eu, ouvindo aquela música enquanto os primeiros fogos do novo milênio despontavam, guardei aquele momento na mente. Os primeiros segundos de um novo milênio, de uma nova era.

A música mesmo é bestinha, morreu cedo. Mas ficou a verdade, o meu mantra para este milênio: You get what you give (você recebe o que dá). E depois de um ano de muitas vira-voltas e expectativas, em 2014 quero dar mais paz, paciência, histórias, saúde e risada. Para 2014, quero noites de frio embaixo do cobertor com bom livro e boa companhia. Quero ler mais, escrever mais, criar mais. Quero correr, me exercitar, me alongar com ioga. Quero ser tia de novo, quero aprender a ser mãe, a pintar parede e aprender novas canções de ninar. Quero assistir o por do sol, pintar a unha de colorido e tirar fotos disso tudo. Quero mergulhar numa piscina gelada quando o sol estiver a pino.

Sei que vou chorar, me decepcionar, ficar ansiosa e me preocupar com a família, com o marido, com a saúde, com quem está longe, com a política. Mas isso faz parte. Agora, se eu der todas essas coisas boas para 2014, se eu manter a minha parte do acordo e cumprir com as minhas metas deste ano, será que recebo todas essas coisas boas de volta?

Eu quero mais é histórias boas para contar.

Nenhum comentário

Curtiu? Tem perguntas? Então deixe um comentário!