Visita da Natacha


Essa gatinha da foto é a minha amitinha Natacha (dica: ela está solteira). Ela, para mim, é a definição de BFF. Nós somos amigas desde... Nem sei, os seis anos de idade? Crescemos juntas. Brincamos de Barbie, falamos de namorado, passamos no vestibular. Sempre foi um grude! Era inglês, seminário, escola, tudo sempre juntas e de preferência na mesma sala. Até viagem de férias para Brasília e Caldas Novas ela tinha que vir junto! A Naty é a minha irmã que escolhi (como se eu já não tivesse o suficiente, né? hahaha), e temos uma LISTA de histórias, micos e trapalhadas. Ela estava ao meu lado nos meus momentos mais felizes e os mais tristes também. E mês passado ela veio me visitar pela primeira vez. E quando ela chegou, já fui avisando o Rob para não ficar com ciúmes, até mesmo porque o relacionamento de nós duas é muito mais longo do que o meu com ele. Hahaha. Ela sabe tudo de mim.

Com essa apresentação, nem preciso dizer que nos divertimos muito, né? Começamos as aventuras no final de semana da conferência, com o dedinho indicador levantado pedindo ingresso para a conferência. Conseguimos assistir juntas a três sessões.
Depois, no domingo de manhã, a Tamara se juntou a nós.
Qualidade excelente dessas fotos de celular, né? #sqn.

Já cansada depois de usar salto alto durante um final de semana inteiro, esse foi o meu look do dia na volta pra casa.
Depois fomos para Las Vegas. Imagine o que foi essa viagem, só nós duas! Ri tanto no carro que não sei como chegamos vivas lá. Fora as músicas, um revival da virada do milênio. Hahaha. Só rolou coisa boa: BSB, Hanson, Britney Spears, Red Hot Chili Peppers e tudo o mais que a gente ouvia na adolescência. Foi bom!

video

A minha cara de "Natacha, tira logo essa foto" está ótima, né? Hahaha.
Na loja da Coca dá para experimentar os refrigerantes "exóticos" que a Coca vende ao redor do mundo.
No último dia em Vegas, passamos no restaurante recém aberto do Buddy Valastro, do Cake Boss, para comer. A Natacha é super fã das receitas dele, dele, da família dele... Deu para entender, né? Nós TIVEMOS que passar lá. Mas valeu a pena. Comi o melhor petit gateau da minha vida.
Já de volta a Utah, fizemos aquele passeio pela praça do templo que já mostrei aqui. Não me canso de passear por aquele lugar.
Mas a verdade é que mesmo sem todos esses passeios e aventuras aqui nos EUA ainda teríamos nos divertido, até mesmo porque os melhores momentos foram aqui em casa, enquanto conversávamos até tarde sem parar, rindo e deixando o Rob com vergonha alheia das nossas besteiras. Amitinha, já estou com saudade! Amo você.

3 comentários

  1. Amei tudo!! Pena que passou rápido :/
    Tmb estou com saudades!
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Lembrei como foi difícil pra eu tirar suas fotos! Focava em tudo menos no seu rosto! ahahahaahahahahahahaha

    ResponderExcluir
  3. que invejinha boa.. que delicia.. monks.... estou sonhando no dia que voce vai me levar nesses passeios...

    ResponderExcluir

Curtiu? Tem perguntas? Então deixe um comentário!