Summer reading

Eu sou do tipo de pessoa que quando se empolga, quer abraçar a causa e fazer tudo de uma vez. E esse é um dos problemas que eu tenho (e sempre tive) com livros. Eu não consigo me contentar com apenas um, eu quero toda uma biblioteca. Eu quero lutar contra a baleia de Moby Dick e mergulhar as vinte mil léguas submarinas ao mesmo tempo que estou batendo um papo com a raposa do Pequeno Príncipe. São milhares de mundos a serem descobertos, e eu não consigo, simplesmente não posso, me contentar com apenas um.

Mas estou me esforçando para aprender a ter foco. Por isso, neste verão, a minha meta é ler 5 livros clássicos, daqueles que você tem que ler, sabe? Eu decidi fazer isso porque percebi que estava lendo muitos livros de fantasia, e deixando de lado outros que podem ser tão bom quanto. Foi muito difícil, muito mesmo, mas dos cinco, já consegui escolher quatro.


Este é o atual estado da minha cabeceira de cama. Eu sempre tenho uma pilha, nunca apenas um livro.

Pela foto vocês já podem saber quais são alguns dos meus escolhidos, né?

Esta é a minha listinha:

*Jane Eyre, Charlotte Bronte: Eu terminei de ler mês passado, e é definitivamente um dos livros que me fez sair da zona de conforto. Ele conta a historia de Jane Eyre (dãrr), uma órfã que passa por diversos desafios, ou em outras palavras, come o pão que o diabo amassou, firme e forte. É o tipo de protagonista que você sempre torce, sabe? Ainda não sei dizer se super amei o livro, porque geralmente gosto de protagonistas totalmente passionais, que não pensam direito antes de tomar as decisões, e enfrentam o céu e o inferno naquela loucura. Já Jane é super controlada em suas decisões, pensa mesmo antes de fazer tudo. Mas não posso deixar de admirar a personagem pelo seu firme caráter moral. É muito bonito.

*Breakfast at Tiffany's, Truman Capote: Outro que já li e que não está na foto porque já devolvi. Este é o livro que deu origem ao filme de mesmo nome ("Bonequinha de Luxo" em português), o tão famoso com Audrey Hepburn. Apesar de Audrey ter feito um trabalho fantástico, a personagem do livro é ainda mais doidinha. A personagem é baseada numa jovem que o autor conhecia, uma prostituta (logo Bonequinha de Luxo) totalmente desparafusada e divertida. O livro não entra em pormenores do trabalho dela mesmo, mas você não pode deixar de simpatizar com a personagem e entender um pouco os motivos que a levaram a se tornar quem ela é.

*Mere Christianity, C S Lewis: Lendo agora. Os livros de C S Lewis são todos excelentes. Resolvi vasculhar a minha própria biblioteca pessoal, e encontrei essa coleção do Lewis que dei para o Rob um tempo atrás (ele é super fã do autor). Lewis debate pontos religiosos e argumenta com o uso da lógica como Cristo é verdadeiramente real. Trabalho de um gênio.

*To Kill a Mockinbird, Harper Lee: Na lista para ler. Este é um dos clássicos da literatura americana, e faz parte do "tem que ler" daqui. Se quiser uma sinopse do livro, acesse esse link.

Agora, eu tenho uma tarefa: escolher o quinto livro. Alguém aí tem sugestões? 

E para vocês que estão curiosos, aqui vai os outros livros que estão na cabeceira, mas que não estão na minha lista de verão:
*Escrituras, que estão sempre na cabeceira.
*O livro sem nome na verdade é meu diário, que meio que conta como um livro, né? rs. A diferença é que eu estou escrevendo ele.
*A Arte de Editar Revistas, da Fátima Ali. É a Bíblia de quem quer se tornar um designer de revistas, categoria onde eu me encaixo. Pedi para o meu pai trazer pra mim na última viagem que ele fez para cá. Amo o livro, completamente inspirador, cheio de imagens, ideias e exemplos.

Também tenho um monte de revistas que geralmente ficam na minha cabeceira (eu sei, eita lixaiada!), mas tirei pra foto ficar menos poluída.

Um comentário

  1. Vou sugerir: Anne green gables. Ainda nao li mas eh o numero 1 da minha lista de livros que eu ainda tenho que ler. hehe. Se voce ja leu Pollyana e gostou vai gostar desse tambem. =D
    Bjs

    ResponderExcluir

Curtiu? Tem perguntas? Então deixe um comentário!